quarta-feira, 8 de julho de 2009

Licor e arrocha


São João...ê lá lá. Neguinho só pensa em tomar licor e arribar a saia das meninas. E Cheropita estava afim de usar saia curta no São João.

Bonita ela, gata não, bonita. Inteligente, despachada. Tomou banho e comentou com as amigas que queria pegar geral hoje, afinal sempre foi muito seletiva. Pegou um buzú (aaaffff) e lá dentro mesmo constatou que todos iam saltar no fim de linha, desde o turista safado paquerando as pombas sujas de shortinho em pleno inverno (e a noite!), a ela coitada, misturada àquilo tudo. Mas ramulá, a galera já está esperando!

Amigos queridos a recepcionavam dizendo que estava linda: “Pô Cheropita, vai abalar o Pelô hoje!” Ela realmente se destacava no meio das piriguetes e dos pagodeiros ao seu redor. O São João no Pelourinho é uma democracia, uma belezura de se ver! Opovotudojuntomisturado, churrasquinho de gato pra perfumar os cabelos, neguinho 'no saci' querendo te comer com os olhos, alguns malandros 'na queca' querendo roubar um desavisado. Mas nêgo não guenta ficar em casa, ainda mais sabendo que é de grátis.

Licor adoidado, forró comendo no centro. Na conversa com a galera tudo era motivo de gargalhar, não só ela, porque a essa altura estava todo mundo biritado. Licor é bebida do cão, a gente bebe achando lindo só porque não rasga a garganta nem amarga. Metade da festa já e ela não tinha ficado com ninguém. Humf, metida como era, não ia misturar cuspe com qualquer um.

(Mas o post tem que valer a pena...) Mulé é bicho burro mesmo... lá pro fim da festa estava ela dançando arrocha com um... com um... dalit! Na moral, nunca tinha dançado isso na vida dela e lá estava, mostrando todos os dentes de feliz e arrochada num moleque. O safado com o peito inchado parecendo um pombo, pensava: “Porra, mulé boa da pourra consegui hoje!” E beijou ela bem beijado, pra todo mundo ver, e enfiava o nariz no cangote dela para não deixar perfume nenhum escapar. Deve ter pensado “Isso num é alfazema”...

Ela disse que o dalit beijava bem pra danar. Ufa, pelo menos isso! Resumo, licor doce de cu é rola! Pra mulé burra só refresco de rodoviária!

Himm homm

9 comentários:

Jana disse...

eu devia ter entendido algo? kkkkkkkk

beijo

Ric Dexter disse...

E o dalit só enfiou o nariz no cangote dela ou enfiou mais alguma coisa em algum outro lugar?

Beijos.

Dani (ela) disse...

*queria que minha bunda fosse igual essa daí de baixo...[/devaneios].

ôxi, ponto pros dois: para ela que não saiu sem beijar(já que não tem tu, vai tu mesmo, saca?) e para ele que subiu de conceito naquela noite!

bjim!

rnt disse...

asjdh dançando com um dalit

Cris disse...

kakaka ótima do Ovo de Codorna!rsrs Bjs Esse espaço aqui tb é massa.rsrs

Cris disse...

Ta add! rsrs

Carlos Vin disse...

Hehehe... Bom demais teu texto...

"licor doce de cu é rola! Pra mulé burra só refresco de rodoviária!"

Esse sair sem beijar, com a intenção de beijar é foda... O jeito é apelar pra tia do cachorro quente as vezes.. rs

Um beijo!!

Dani disse...

Valeu o link!!!!
Tá linkadíssima lá.
beijo

Faxina

Jéssica, a antropofágica disse...

Como dizem, não existe homem feio! Existe homem pobre e mulher sóbria!rs
Beijos